Meu Primeiro Negócio abre edital para 100 jovens empreendedores

por Ângela Núbia Carvalho Sousa publicado 28/06/2022 22h27, última modificação 28/06/2022 22h27
O objetivo do projeto é incentivar a implantação de novas empresas

A governadora Regina Sousa participou, na manhã desta terça-feira (28), da solenidade de anúncio de nova linha de crédito Meu Primeiro Negócio, uma iniciativa da Agência Piauí Fomento. O objetivo do projeto é incentivar a implantação de novas empresas, buscando jovens com perfil empreendedor, com idade entre 18 a 29 anos, que estejam em formação do ensino Superior e Técnico de nível médio no Piauí.

 

Durante a solenidade, a chefe do executivo afirmou que acredita no potencial dos jovens piauienses e espera bons resultados desse novo projeto. “É um estímulo para os jovens criarem e pensarem exatamente o que querem. Espero que venha muita coisa inovadora e que eles sejam exemplos para o nosso Estado. E que outros bancos vejam como oportunidade para outros créditos nesse sentido”, disse.

 

O programa será coordenado pela agência Piauí Fomento, em parceria com a Seduc e o Sebrae. “Queremos gerar renda num momento que o desemprego cresce em massa. O edital vai selecionar 100 jovens que devem receber treinamento até registrar sua empresa e vão receber crédito de até R$ 21 mil reais. Esses financiamentos serão acompanhados pela Piauí Fomento e pela Sebrae por um ano para que tenham êxito”, disse Luiz Carlos Everton de Farias, presidente da Piauí Fomento.

 

As metas do programa são contribuir para a criação de pelo menos 100 empresas, gerando empregos diretos e indiretos, a começar imediatamente após a publicação do edital. O recurso para gerir o programa está previsto em R$ 2,1 milhões, do Fundo Especial de Produção (FEP).

 

O projeto apoiará financeiramente e acompanhará os jovens durante todo o primeiro ano de implantação das empresas, com capacitação e orientação sobre a aplicação adequada dos recursos. Os candidatos passarão por quatro etapas eliminatórias, em cursos de capacitação geridos pelo Sebrae como, por exemplo, “Como Administrar Um Pequeno Negócio” ou “Capacitação e Avaliação da Ideia de Negócio”.

 

Os inscritos aprenderão também conceitos empresariais na área de marketing, vendas, administração, estoque e finanças, além de outros temas relevantes ao mundo empresarial.

 

Para a superintendente de Ensino Superior da Seduc, Lourdes Lopes, é uma oportunidade muito grande para os alunos e alunas da UAPI. “Eles fazem um curso de bacharelado em Administração com foco em empreendedorismo, em parceria com a Uespi. Então, eles já tem capacidade para participar desse projeto”, afirmou.

 

Fonte: CCom

Imagem: Reprodução

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.