Diabetes infantil: saiba sintomas, causas e como é feito o tratamento

por Ângela Núbia Carvalho Sousa publicado 21/06/2022 14h15, última modificação 21/06/2022 14h14
Ajustes na rotina, como alimentação balanceada e prática de atividades físicas, contribuem para controlar o açúcar no sangue

O diabetes não é uma doença exclusiva de adultos. O tipo 1 é o mais comum em crianças e ocorre devido à destruição das células do pâncreas responsáveis pela produção de insulina, o hormônio encarregado de transportar o açúcar para dentro das células e evitar que se acumule no sangue.

Esse tipo de diabetes é genético e não tem cura, mas o controle da glicose no sangue pode ser feito com uso de insulina, conforme orientação do pediatra, aliado a uma alimentação equilibrada e à prática de atividades físicas.

Embora a diabetes do tipo 1 seja mais frequente, crianças que possuem hábitos de vida pouco saudáveis – com uma alimentação rica em doces, massas, frituras e refrigerantes – podem desenvolver o diabetes do tipo 2. A doença pode ser revertida com a adoção de hábitos saudáveis se descoberta no início.

Sintomas de diabetes infantil

  • Aumento da fome;
  • Boca seca;
  • Sensação constante de sede;
  • Aumento da vontade de urina, mesmo durante a noite;
  • Visão embaçada;
  • Cansaço excessivo;
  • Sonolência;
  • Falta de vontade de brincar;
  • Náuseas e vômitos;
  • Perda de peso;
  • Infecções recorrentes;
  • Irritabilidade e mudanças de humor;
  • Dificuldade de aprendizado.

Diagnóstico

Ao notar os sintomas, os responsáveis devem procurar um médico pediatra para que seja feito o diagnóstico correto, possibilitando o tratamento adequado, caso seja necessário.

O diagnóstico é feito com exames de sangue para verificar os níveis de glicose circulantes. Idealmente, deve-se ter até 99 mg/ dL em jejum. Valores superiores podem indicar diabetes.

 

 

Fonte:Metrópoles

Imagem:Getty Images

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.